terça-feira, 6 de junho de 2017

Diga me por quem tu erras!




Toda e qualquer liderança precisa ter muita habilidade e inteligência. Esses dois atributos têm faltado ao movimento Libertas Minas, em sua tentativa de reverter a cobrança do IPTU residencial em Contagem, aprovado no final do ano passado. 

Duas estratégias adotadas pelo movimento colocam em cheque a “astúcia” política do movimento.

Primeiro, a orientação que tem feito às pessoas para que procurem o Juizado Especial de Contagem (Pequenas Causas), para processar por “danos morais” o atual prefeito, Alex de Freitas, pela volta do IPTU. O Libertas Minas entende que Alex teria causado danos morais ao descumprir essa promessa de campanha.

O Libertas Minas desconsidera dois dados básicos:  Primeiro, que a volta da cobrança do IPTU foi aprovada pela Câmara Municipal de Contagem na legislatura passada, quando Alex ainda não era o prefeito.

A volta da cobrança do IPTU foi encaminhada pela Câmara ao então prefeito de Contagem, Carlin Moura (PCdoB) que, numa “jogada ensaiada”, vetou o decreto, deixando a assinatura do projeto para o então presidente da Câmara, o vereador Teteco (PMDB). 

À época, o então colunista de política do jornal Hoje em Dia, Orion Teixeira, explicitou o que chamou de “Farsa montada em Betim e Contagem para cobrar IPTU”. “A armação”, explicou o colunista, “consiste na aprovação do projeto de cobrança pelos vereadores, como já foi feito, e imediato veto dos prefeitos, como também já foi feito. A partir daí, haverá tempo hábil para que os vetos sejam encaminhados às Câmaras, onde os vereadores derrubariam o veto e o presidente do Legislativo promulgaria a nova lei, com vigência a partir de janeiro”.

Ao questionar o compromisso formado em cartório Alex de Freitas e William Barreiro, o Libertas Minas desconsidera que o compromisso firmado por eles registra a “isenção do IPTU nos termos da lei vigente”.

Alex e William herdaram essa situação do governo anterior sem margem para reverter a situação.

Espera-se do melhor do espírito democrático a convivência pacifica e respeitosamente com as divergências e a pluralidade das ideias. 


Da mesma forma, espera-se daqueles que se propõe a liderar um segmento da sociedade um mínimo de honestidade intelectual. 

Pelo menos isso...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que será organizado na rede municipal de Educação de Contagem?

Nos últimos dias, uma série de informações desencontradas e mentiras foram intencionalmente divulgadas, criando confusão e mal entendido ...