quarta-feira, 22 de março de 2017

Oposição é só para quem pode ser






Não completaram nem 100 dias do final da  gestão comunista em Contagem, que deixou para o sucessor sérios e dramáticos problemas, como uma área inteira do Hospital Municipal de  Contagem desativada, uma Trincheira que vira uma enorme piscina toda vez que chove, causando transtorno e perdas materiais à população, e o PCdoB de Contagem, em nota, anunciou que adotará "em todos os espaços de atuação do PCdoB (no parlamento, nos movimentos sociais e etc.) a postura de oposição ao governo Alex de Freitas (PSDB)".

O gesto não é da melhor astúcia política.

Auditorias em curso, realizadas pelos órgãos de controle interno da própria Prefeitura de Contagem, já apontam sérios desvios e malversação do dinheiro público do município durante a última gestão.

Um precoce enfrentamento político acabaria por tornar públicos os relatórios dessas auditorias, criaria dificuldades na reorganização da carreira política de Carlin Moura, queira ele disputar uma vaga na Câmara dos Deputados, ou retornar à Assembleia Legislativa.


Oposições pressupõe enfrentamentos. Estaria o PCdoB de Contagem em condições políticas de enfrentar os tucanos? 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O dia que Aécio Neves “tucanou” Alex de Freitas

Ninguém entendeu a gigantesca participação do PSDB Minas, destacadamente dos quadros de Belo Horizonte, na composição do governo...